Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




a carta que nunca te escrevi

por Miss Fox, em 30.01.15

É sexta-feira, para não variar não dormi o suficiente. Acordei com o peso da semana, com um sentimento estranho e com uma ideia na cabeça… amanhã fazes 30 anos!

É incrível como algumas coisas nos marcam. Lembro-me como se fosse ontem daquele dia 2 de setembro. Conquistaste-me com 2 frases, mas mais do que as palavras foi a atitude que elas transmitiam que me fez abrir os olhos. Já te metias comigo havia 3 ou 4 dias e eu não te dei resposta, ainda bem que não desististe de mim. Acredito que tudo acontece por um motivo e de certa forma tínhamos de nos cruzar. À medida que fomos conversando, que nos fomos conhecendo tudo encaixava de maneira tão perfeita que parecia impossível. Fiquei com a sensação que te conhecia há anos, quem sabe de outras vidas. E apesar de ter lutado contra, era impossível não me apaixonar por ti. Mas tudo o que é bom acaba depressa, a nossa bolha caiu e partiu-se e fomos invadidos pela realidade, 400km de distância.

Passaram 5 anos, muita coisa aconteceu e outras pessoas passaram pelas nossas vidas. Sei que te desiludi em alguns momentos, sei que te magoei, sei que me magoaste. Passámos alguns períodos de tempo afastados sem trocar uma palavra que fosse mas esta “coisa” que nos liga, que nunca entendemos muito bem nem nunca conseguimos explicar nunca se quebrou. Vou ser sincera contigo, a sensação que tenho agora é que a magia se perdeu, ou talvez não, não sei. Se calhar está escondida, disfarçada, guardada numa gaveta algures. Não sei. Não sei o que virá amanhã. Sei que tenho algo dentro de mim que me diz que esta história não é de agora, por muito estranho que possa soar. Faz sentido? É estúpido? Às vezes já nem sei em que pensar e no que acreditar. O fantasma “if you never try you will never know” é tramado. Sei que entendes, sempre soubeste que não sou lá muito normal por isso não deves estar surpreendido.

Amanhã fazes 30 anos, e sei que de certa forma lhes vais sentir o peso. Não tens razão para isso, é só um número que não vai tirar nada daquilo que és. Só vai acrescentar, mais um ano, mais maturidade, mais experiência, mais sabedoria. Jamais iria deixar esta data passar em branco, nunca deixei ao longo destes anos e tens provas disso.

Sabes que vou estar sempre aqui para ti, nunca deixarei de querer saber de ti, de me preocupar contigo (estás careca de saber isso), nunca deixarei de tremer com o teu nome, nunca deixarei de sentir borboletas na barriga com a tua voz. Apesar dos 400km de distância estou a um simples SMS de distância, mesmo que sejam 2h30 da manhã e me digas “estás a dormir?”.

P.S: Por favor, deixa de fumar e de roer as unhas se não for pedir muito.

P.P.S:  Somos dois “defs”.

tumblr_m0ssbl5BPs1r5b70bo1_1280.gif

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Do your best and forget the rest

por Miss Fox, em 29.01.15

Há coisas que não entendo e que me fazem uma confusão brutal na cabeça. Pessoas que mudam de postura de um momento para o outro e se fecham numa bolha como se o mundo estivesse contra elas. Olham de lado para tudo e todos, criticam tudo e falam pelas costas daqueles que supostamente eram "amigos". Porquê? Que mal fiz eu/nós? Não sei...não entendo!

Durante muito tempo fui estúpida e submissa a muita coisa mas o tempo passou, cresci e mudei bastante e hoje já não sou a pessoa tímida e insegura que era.

Durante muito tempo fiquei quieta e calada, guardei para mim os conhecimentos que tinha. Sempre dei demasiada importância ao que outros pensavam. Hoje não quero saber o que dizem ou pensam de mim. Sou o que sou e sei o que sei, não penso que sou mais que ninguém mas sei mais que muitos e não me vou recalcar por isso.

Faltam alguns meses para terminar o curso e eu só quero acabá-lo e ir à minha vida. Não quero chatices porque já as tenho de sobra na minha vida pessoal. Estou cansada de intrigas e "diz que disses". Só quero ficar na minha, fazer as minhas coisas o melhor que conseguir e se esse melhor for um 20 é o 20 que quero. Sabe-me bem, faz-me bem ao ego, à auto-estima e não quero saber o que dizem ou pensam.

A partir de agora sou EU em primeiro lugar e não me importa o resto. Tem o melhor de mim quem merece e jamais negarei ajuda a quem ma pedir.

Serei má? Não. Sou realista.

Conhecidos há muitos, amigos há poucos.

gfggdf.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Happily Healthy (para a Tininha)

por Miss Fox, em 27.01.15

99cc9da8934a5ee640ad70896170dc51.png

 

O meu dia ontem foi passado a falar de alimentação. O que andamos a comer, o que nos faz mal, o que deveríamos comer e como. Este é um assunto controverso, já que, se fossemos ler os rotúlos de todos os alimentos que compramos e avaliassemos os ingredientes chegaríamos à conclusão de que a maioria desses componentes são prejudiciais à saúde. Em conclusão, não comíamos nada. 

A alimentação saúdavel está na moda, hoje em dia existem imensos livros publicados por nutricionistas e dietista que nos ensinam a comer melhor e de forma adequada. Sei que é um cliché mas, de facto não é assim tão complicado mudarmos os nossos hábitos alimentares. Existem pequenas mudanças que podemos fazer que podem marcar a diferença.

#1 - comer em qualidade e não em quantidade;

#2 - não passar mais de 3h sem comer;

#3 - tomar sempre o pequeno-almoço (é cliché mas é verdade, é a refeição mais importante do dia);

#4 - beber muita água, fora das refeições;

#5 - substituir as bolachinhas/bolinhos entre refeições por fruta;

#6 - cortar no leite (sim, nós adultos não precisamos de beber leite);

#7 - optar por pão escuro (integral ou de sementes);

#8 - reduzir no sal (utilizar mais as ervas aromáticas);

#9 - cortar nos fritos e optar por grelhados ou cozidos

#10 - preferir carnes brancas (frango de preferência).

Estes são só algumas opções que podemos fazer, entre outras, que todos estamos fartos de saber mas que por estarmos educados de outra forma, nos custa um pouco mudar. É tudo uma questão de hábito e força de vontade.

E se adicionarmos um pouco de exercício físico à receita ainda melhor.

P.S: De vez em quando uma asneira não faz mal a ninguém!!! E sabe muito bem, à alma principalmente.

food-fruit-photography-strawberries-Favim.com-4907

pao-integral.jpg

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O amor a um pedaço de tecido

por Miss Fox, em 23.01.15

No domingo passado fui às compras. Ainda não tinha ido aos saldos e escolhi logo um dia perfeito, um domingo de chuva e frio que é daqueles dias em que ninguém vai para os centros comerciais.

Pensei que, como já era a terceira semana de saldos, as melhores peças já tinham saído de cena há muito. Por acaso encontrei o cenário ainda bem composto com peças que valiam a pena. Só o facto de ter encontrada, ainda, a mala da Parfois pela qual me apaixonei em novembro já valeu ter ido à "guerra".

Mas acontece-me sempre uma coisa, não sei se é só comigo, mas assim que entro numa loja as peças que me saltam logo à vista são sempre as da nova coleção. Entro numa loja, vejo algo que me interessa, vou direitinha à peça, adoro, vejo o preço (as vezes é demasiado), faço um ar admirado, depois olho e vejo "nova coleção".

Então eu vou aos saldos e metade do que compro são peças da nova coleção? Que raio de mulher sou eu que não sei aproveitar os saldos? É deprimente.

Depois acontecem, quase sempre, certas situações como a que me aconteceu mais uma vez. Entrei na loja e bati o olho num casaco LINDO, da nova coleção claro. Olhei para ele, vi o preço, toquei-lhe, senti o quão macio ele era, admirei-o, era mesmo algo do género que eu queria. Mas não o trouxe. Virei costas e saí da loja e ele ficou lá sozinho a ver-me sair sem ele. E hoje, quase uma semana depois, não consigo tirá-lo da cabeça e de imaginar os mil e um looks que faria com ele e do quão felizes seriamos juntos.

 

casaco.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

100% Alentejo

por Miss Fox, em 21.01.15

Para quem não sabe sou alentejana, do litoral, da costa vicentina.

O meu sangue é puro alentejano, sem qualquer tipo de mistura.

A característica que em primeiro lugar se associa quando se fala em alentejanos é o sotaque.

Na zona onde nasci e ainda resido, o sotaque não é muito acentuado. Não enfatizo os "ens" nem os "ãns" e não utilizo o gerundio. (Claro que quando estou em Lisboa se nota um pouco)

No Alentejo é tudo devagar, devagarinho quase parado. Eu sou super acelerada, stressada, não sei andar devagar, ler devagar, ...

Os alentejanos gostam de descansar e dormir a sesta. Eu durmo muito pouco e não consigo dormir a sesta.

O típico alentejano gosta de um bom tinto. Eu não gosto nada de vinho, nem tinto, nem branco, nem verde, nem cor-de-rosa.

O Alentejo é uma região seca e muito quente no verão. Eu não gosto de calor excessivo.

Então, que espécie de alentejana sou eu??

Na comida. A nossa gastronomia é excelente. O pão alentejano é o melhor pão e ai de quem diga o contrário. Curiosamente todos os típicos pratos alentejanos são à base de pão. Quem não conhece a açorda, as migas, os miolos?

Tudo isto para dizer que, fiz para o almoço umas maravilhosas migas alentejanas acompanhadas por carne de porco caseiro. Querem melhor??

Bom almoço!! :)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O primeiro post...

por Miss Fox, em 20.01.15

A ideia de fazer um blog andou na minha cabeça durante meses, muitos meses.

Há algum tempo descobri que tenho o karma da comunicação, ou seja, numa vida passada fui alguém que teve muitos conhecimentos mas nunca os partilhou com as outras pessoas. Por isso hoje em dia sou uma pessoa timída, que tem dificuldades em partilhar ideias e falar em público. A única forma de me libertar deste karma é...partilhar ideias e conhecimentos.

Então é aqui que entra o blog. Partilhar ideias, conhecimentos, gostos e tudo o mais que me vier à cabeça, que é muita coisa e nem sempre faz grande sentido.

Espero sinceramente que pelo menos uma pessoa partilhe esta aventura comigo, visite o blog, goste e se identifique...

Que comece a aventura!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


A Miss

foto do autor


Onde estou


Follow



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.





Translate me



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Informação

Os posts deste blog são da autoria de Miss Fox e a sua utilização sem a devida autorização é expressamente proibida. Qualquer informação exterior ao blog está identificada com a respetiva fonte. As imagens utilizadas são maioritariamente retiradas da internet.

live, love, laugh